Pier Giorgio Frassati – Brasil Site brasileiro em homenagem ao Beato Pier Giorgio Frassati

12out/101

Mistérios da Luz com Pier Giorgio

Deus vinde em nosso auxílio

Senhor, socorrei-nos e salvai-nos.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo

Como era no princípio, agora e sempre. Amén.

«Gostaria de estar no teu lugar - escrevia Pier Giorgio a um amigo - vendo, de vez em quando, o Santo Padre. Tu sabes como amo o Papa; quem me dera fazer algo por ele. Mas, como não posso, rezo todos os dias para que Jesus lhe dê muitas consolações e bênçãos». E esta será também a nossa intenção na oração do rosário com Pier Giorgio: «muitas consolações e bênçãos»; Estamos em comunhão com todos os outros jovens que precisamente hoje, em tantos santuários marianos ou nas suas comunidades, em diversas partes do mundo, se reúnem para rezar o Rosário, em memória de Pier Giorgio, pelo Papa e pelo dom da paz.

Leitura inicial

Da carta de Clementina Luotto, enviada a Marco Beltramo, o amigo querido de Pier Giorgio, dois dias depois da sua morte.

«O Senhor ofereceu-nos aquela noite no comboio, entre Turim e Oulx, em toda aquela brancura da neve, para que estivéssemos com Pier Giorgio, o vissemos inalcansável nos seus aspectos mais diversos: vestido com aquele impermeável, ajudar aos ferroviários a transportar a bagagem, e logo para cima e para baixo ao longo do comboio, debaixo da neve e da água, até declamar os seus mais queridos versos em voz alta... Depois regressou ao compartimento - recorda-se? - e todos protestaram com o ruído. Então ficou quieto, no seu posto, que estava perto de mim, mais além do sinal, e julgava que dormia, mas apercebi-me que recitava a coroa, a sua coroa cinzenta - a lembrança dele que permanece em todos nós - e que me era querido dois dias atrás, e que hoje é para mim tão sagrado que daria tudo para não o perder».

Primeiro Mistério

O Baptismo de Jesus no Rio Jordão

Do Evangelho segundo São Mateus Mt 3,13-17

Então, veio Jesus da Galileia ao Jordão ter com João, para ser baptizado por ele. João opunha-se, dizendo: «Eu é que tenho necessidade de ser baptizado por ti, e Tu vens a mim?» Jesus, porém, respondeu-lhe: «Deixa por agora. Convém que cumpramos assim toda a justiça.» João, então, concordou. Uma vez baptizado, Jesus saiu da água e eis que se rasgaram os céus, e viu o Espírito de Deus descer como uma pomba e vir sobre Ele. E uma voz vinda do Céu dizia: «Este é o meu Filho muito amado, no qual pus todo o meu agrado.»

Comentário:

A fé de Pier Giorgio, Límpida como os seus olhos, forte como as suas costas, brilhante como o seu sorriso e sempre nova como a água, que no baptismo nos dá a vida. Escrevia a Isidoro Bonini (15 de Janeiro de 1925): «Pergunto-me a cada momento: Serei perseverante na busca do bom caminho? Terei a força de perseverar até ao fim? Neste caudal de dúvidas, a fé que me foi dada no baptismo, sugere-me com voz clara: "Por ti mesmo nada farás, mas se tens Deus como centro de todas as tuas acções, então, sim, chegarás até ao fim"».

Pai Nosso

10 Ave Marias

Glória ao Pai, e ao Filho e ao Espírito Santo

Como era no princípio, agora e sempre. Amén.

Conclusão:

Don Rinaldo Ruffini recorda: «Quantas vezes, em albergues ou refugios alpinos, pela tarde, Pier Giorgio dominava com um gesto o ruído que ele mesmo tinha provocado, entoando com a sua voz potente o Santo Rosário, de tal maneira que, de boa vontade, se associavam também os outros inquilinos que pertenciam ao seu grupo».

Segundo Mistério

As Bodas de Caná

Do Evangelho segundo São João Jo 2,1-5

Ao terceiro dia, celebrava-se uma boda em Caná da Galileia e a mãe de Jesus estava lá. Jesus e os seus discípulos também foram convidados para a boda. Como viesse a faltar o vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: «Não têm vinho!» Jesus respondeu-lhe: «Mulher, que tem isso a ver contigo e comigo? Ainda não chegou a minha hora.» Sua mãe disse aos serventes: «Fazei o que Ele vos disser!»

Comentário:

É o mesmo milagre que transforma a água em vinho e um jovem rico, alegre e robusto, num santo. É a mesma graça e o mesmo segredo para a obter: Maria.

Marco Beltramo, trinta anos depois da morte de Pier Giorgio, disse: «Se me perguntásseis qual foi o meio seguro em que ele se apoiou para realizar uma constante obra prima de vida, de união íntima com Deus, eu não duvido em responder-vos que o segredo de perfeição espiritual de Pier Giorgio há-de ir buscar-se na sua devoção a Maria. Não passou um dia sem que ele depositasse aos pés da sua Mãe celeste a coroa da sua oração predilecta... Frequentemente os seus familiares foram encontrá-lo, no seu quarto, a dormir de joelhos junto da cama, com a coroa do Rosário apertada entre as mãos».

Pai Nosso

10 Ave Marias

Glória ao Pai, e ao Filho e ao Espírito Santo

Como era no princípio, agora e sempre. Amén.

Conclusão:

Don Pedro Occelli recorda: «Enquanto desci do eléctrico em Borgata Monterosa, para visitar os pobres, Pier Giorgio, segurando com a mão direita as contas da sua grande coroa de Fray Savonarola, murmurou uma ordem com a mais amável mudança de tom: "primeiro mistério doloroso, a agonia de Jesus no horto; Pai Nosso...". Assim muitas sextas-feiras, todas as partes da rua, até às barracas dos sem casa, recolheram as nossas sementes dos mistérios dolorosos».

Terceiro Mistério

O anúncio do Reino de Deus

Do Evangelho segundo San Mateus Mt 5,1-10

Ao ver a multidão, Jesus subiu a um monte. Depois de se ter sentado, os discípulos aproximaram-se dele. Então tomou a palavra e começou a ensiná-los, dizendo: «Felizes os pobres em espírito, porque deles é o Reino do Céu. Felizes os que choram, porque serão consolados. Felizes os mansos, porque possuirão a terra. Felizes os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Felizes os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. Felizes os puros de coração, porque verão a Deus. Felizes os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus. Felizes os que sofrem perseguição por causa da justiça,
porque deles é o Reino do Céu.

Comentário:

Para anunciar é necessário ser manso, pobre de espírito, limpo de coração... É necessário ser homem das oito bem-aventuranças, como João Paulo II disse de Pier Giorgio, para ter a coragem de levantar a própria voz, entre as outras e proclamar a Verdade.

Assim, Pier Giorgio, escreveu ao seu amigo Isidoro Bonini (29 de Janeiro de 1925): «A fé é a única âncora da salvação e é necessário agarra-se a ela fortemente: sem ela, que seria de toda a nossa vida? Nada, ou melhor, seria gastar inutilmente porque no mundo só há dor e a dor sem fé é insuportável, enquanto que a dor alimentada pelo pequeno farol da fé converte-se em algo formoso porque forja o ânimo nas lutas. Hoje na luta não posso ter outra atitude senão agradecer a Deus que quis, na sua infinita misericórdia, conceder ao meu coração esta dor para que, através de penosos espinhos, eu voltasse a uma vida mais interior, mais espiritual.»

Pai Nosso

10 Ave Marias

Glória ao Pai, e ao Filho e ao Espírito Santo

Como era no princípio, agora e sempre. Amén.

Conclusão:

Monsenhor Alesando Roccati conta: « Um dia, depois da comunhão que fazia quotidianamente, rezando em acção de graças o Rosário, saiu apressadamente da igreja, com o Rosário na mão. Enquanto descia as escadas do átrio, um companheiro ao vê-lo, disse-lhe: "Pier Giorgio, converteste-te num beato?" "Não" - respondeu - "Continuei cristão".»

Quarto Mistério

A Transfiguração do Senhor

Do Evangelho segundo São Lucas Lc 9,28-31

Uns oito dias depois destas palavras, levando consigo Pedro, João e Tiago, Jesus subiu ao monte para orar. Enquanto orava, o aspecto do seu rosto modificou-se, e as suas vestes tornaram-se de uma brancura fulgurante. E dois homens conversavam com Ele: Moisés e Elias, os quais, aparecendo rodeados de glória, falavam da sua morte, que ia acontecer em Jerusalém.

Comentário:

Até ao alto: um coração puro é capaz de perceber, em direcção ao alto, sobre o cume, aquele rosto inflamado de uma fulgurante brancura; um coração enamorado de Deus e dos montes é capaz de "contemplar naquele ar puro a grandeza do Criador", um coração forte é capaz de transformar um caminho escuro num caminho resplandecente de luz. Assim escreveu Pier Giorgio a Marco Beltramo (20 de Dezembro de 1924): «Morto: que significa esta palavra? Se por morto entendes o significado comum, então estou ainda vivo, se os meus sentidos não me atraiçoam. Mas se entendemos a palavra na sua verdadeira essência, então, lamentavelmente, não só estou morto, como já bastantes vezes ressuscitei para, aí de mim! De novo morrer. Quem me dera encaminhar pelo caminho recto, mas a cada passo tropeço e caio. Por isso te peço rezes bastante por mim para que chegue no dia que a Divina Providência quiser, ao final do fatigoso mas recto caminho.»

Pai Nosso

10 Aves Marias

Glória ao Pai, e ao Filho e ao Espírito Santo

Como era no princípio, agora e sempre. Amén.

Conclusão:

Luciana Frassati recorda que, na última hora de vida, Pier Giorgio, já quase não podia falar mas os seus olhos, naquele pouco de vida que lhe restava, estavam fixos no rosto da Virgem.

Quinto Mistério

A instituição da Eucaristia

Do Evangelho segundo São Lucas Lc 22,14-20

Quando chegou a hora, pôs-se à mesa e os Apóstolos com Ele. Disse-lhes: «Tenho ardentemente desejado comer esta Páscoa convosco, antes de padecer, pois digo-vos que já não a voltarei a comer até ela ter pleno cumprimento no Reino de Deus.» Tomando uma taça, deu graças e disse: «Tomai e reparti entre vós, pois digo-vos que não tornarei a beber do fruto da videira, até chegar o Reino de Deus.» Tomou, então, o pão e, depois de dar graças, partiu-o e distribuiu-o por eles, dizendo: «Isto é o meu corpo, que vai ser entregue por vós; fazei isto em minha memória.» Depois da ceia, fez o mesmo com o cálice, dizendo: «Este cálice é a nova Aliança no meu sangue, que vai ser derramado por vós.»

Comentário:

«Jesus visita-me todos os dias na Eucaristia», dizia Pier Giorgio, revelando aquele intimo, divino encontro que tinha gerado nele um profundo desejo de comunhão, donde brotava um sonho: «Quereria que nós fizéssemos um pacto, com juramentos que não conhecesse limites terrenos nem temporais: "a união na oração" e um compromisso "mandar-te-ei uma recordação que nos deverá sempre unir num vínculo não material: isto é uma coroa feita com sementes do jardim".»

Marco Beltramo, trinta anos depois da morte de Pier Giorgio, disse dele: «Ele cultivou no seu jardim uma planta cujas sementes duríssimas recolheu e entregou às freiras (religiosas) para que fizessem os rosários que ele oferecia aos seus amigos. Algumas vezes gozavamos com aquelas coroas de graus grandes e vistosos, dizíamos que era uma herança de uma velha madre abadessa, mas garanto-vos que o levávamos connosco, como a levamos ainda agora, a coroa oferecida por ele como o presente mais formoso e precioso.»

Pai Nosso

10 Aves Marias

Glória ao Pai, e ao Filho e ao Espírito Santo

Como era no princípio, agora e sempre. Amén.

Conclusão:

«Subindo, no inverno de 1926-27 (o ano seguinte à morte de Pier Giorgio) até Sauze d'Oulw, na escuridão da noite ouvi um leve rumor sair do bolso da minha companheira de excursão. Era o ruido do rosário oferecido por Pier Giorgio. Perguntei-lhe: "Tens medo?" "Não, rezo o meu rosário com Pier Giorgio. Muitas vezes quando passava por aqui, ele rezava. Queres que rezemos com ele?" "Sim, Pier Giorgio sente a oração rezada com ele debaixo do céu alpino. Lá do lugar da paz sente que as suas companheiras, como então, repentem nos momentos difíceis: Pier Giorgio, ajuda-nos... Ele que é tão forte!

Conclusão

Salve Rainha

Mãe de misericórdia, vida, doçura, esperança nossa, salvé!

A Vós bradamos, os degredados filhos de Eva.

A Vós suspiremos, gemendo e chorando, neste vale de lágrimas.

Eia, pois, advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei.

E, depois deste desterro, nos mostrai Jesus

bendito fruto do vosso ventre,

ó clemente, ó piedosa, ó doce Virgem Maria!

Comentários (1) Trackbacks (0)
  1. Obrigada pelas orações
    você pode me enviar e-mail
    com novenas e orações


Leave a comment

*
= 5 + 2

Sem trackbacks

Copy Protected by Tech Tips's CopyProtect Wordpress Blogs.